• Agência IndBras

Os Maiores Varejistas do Brasil se Reunem para Ajudar o Mercado.

Com a criação do Movimento “Nós”, Ambev, Aurora Alimentos, BRF, Coca-Cola Brasil, Grupo Heineken, Mondelez International, Nestlé e PepsiCo e levarão milhões ao pequeno comercio varejista brasileiro.



No último dia 02 de junho as 8 maiores indústrias de alimentos e bebidas do Brasil se uniram para ajudar a economia brasileira a não cair (de maneira muito traumática, pois todos os estudos demonstram que a queda é certa).

O investimento de cerca de R$ 370 milhões trará uma injeção de ânimo aos pequenos varejistas nesta retomada de ações pós covid-19.

A ideia é ajudar em torno de 300 mil pequenos comércios em todo o Brasil, entre bares, lanchonetes, padarias, mercearias, empórios e restaurantes, que, segundo essas empresas, empregam cerca de um milhão de pessoas e proporcionam impacto positivo em aproximadamente três milhões de vidas.

As iniciativas foram divididas em quatro frentes. A primeira é a reabertura segura desses comércios, tendo como foco a saúde, ou seja, compartilhamento de protocolos e treinamentos de proteção e saúde, kits com máscaras, álcool em gel, cartilha de boas práticas e cartazes, entre outros itens. O segundo ponto é o reabastecimento facilitado de estoque; cada empresa se compromete a oferecer condições comerciais, adicionais às já praticadas individualmente, para ajudar os pequenos PDVs a se reabastecer, especialmente na primeira compra, com prazos maiores de pagamento, pagamento em maior número de parcelas, crédito digital para a primeira compra, descontos especiais, produtos bonificados e produtos consignados.

Em terceiro lugar estão ações que fortaleçam a relação entre comércios locais e seus consumidores. O grupo de empresas se propõe a assegurar condições para estimular o consumo quando os estabelecimentos puderem retomar as atividades, ajudando o pequeno varejista a melhorar sua rentabilidade, por pelo menos três meses. Para isso, prevê reposição de estoques de produtos com descontos adicionais aos valores totais dos pedidos ou em itens selecionados, seleção de produtos com promoção especial para ser repassado o desconto para o consumidor, retorno de créditos a cada compra para ser usado em pedidos futuros (cashback) etc.

Por fim, as empresas devem compartilhar com o pequeno varejista todas as informações importantes ao mercado, no que diz respeito às medidas de retomada gradual das atividades, a que tem acesso por meio da imprensa, associações e institutos de pesquisa.


São iniciativas como estas que trazem a tona os valores das empresa e a fazem retornar mais fortes e consolidadas.

Sem dúvida, temos de entender que o marketing por trás disso é evidente, porém, mostra que a empresas cuidam de seus parceiros... A relação entre ambos deve ser do tipo "ganha-ganha", pois em caso contrario, não existe relação.


Esperamos que este tipo de iniciativa dê resultado, pois o Brasil (e por que não, o brasileiro) precisa de ajuda e força mais do que nunca.


Criamos um conteúdo com dicas de como sua empresa pode aproveitar o Marketing Digital para a retomada pós covid-19, é só clicar aqui e aproveitar esse conteúdo.

Caso precise de alguma orientação sobre como fazer sua empresa a se comunicar com o mercado, é só clicar aqui e falar conosco.


Até +...


Equipe IndBras


Fonte: Meio e Mercado

Photo by Riccardo Bresciani from Pexels

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo